Conheça a alternativa para financiar 90% da casa própria

Conheça a alternativa para financiar 90% da casa própria
  • A Caixa Econômica anunciou, recentemente, a redução do teto de financiamento para imóveis usados através do Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Essa restrição parece afetar o mercado imobiliário, principalmente para quem sonha em conquistar a casa própria, pois, com a nova medida é preciso dar 50% de entrada do valor do imóvel.As pessoas acreditam que agora ficou mais difícil ou até mesmo impossível comprar um imóvel, já que é necessário ter metade do dinheiro para dar de entrada. Porém, o que muitos não sabem é que existem outras possibilidades para o financiamento da casa própria.

    Uma alternativa é procurar os bancos privados, pois quase todas as instituições estão financiando cerca de 70% a 80%, mas com as taxas de juros um pouco alta.

    Outra opção é o Programa Pró-Cotista, um sistema de financiamento pouco conhecido que utiliza os recursos do Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista do FGTS para aquisição de imóveis residenciais novos ou imóveis usados avaliados até R$ 400 mil.

    Essa linha de financiamento tem a taxa de juros menor que os cobrados pelos bancos com recursos da poupança. Segundo informações da assessoria de imprensa do Banco Brasil, a vantagem dessa linha é que não há limite máximo de renda familiar, podendo ser utilizado tanto o Sistema Amortização Constante (SAC) ou a Tabela Price, com juros de 9% a.a. + TR. Também é possível usar o FGTS, conforme as regras do Fundo.

    De acordo com a assessoria de imprensa da Caixa Econômica, os clientes com relacionamento com o banco possuem uma taxa nominal de 8,04% e 8,35% a efetiva. Para os que possuem conta salário é 7,58% a taxa nominal e a efetiva é de 7,85%. Já os clientes que não têm relacionamento, a taxa nominal é de 8,5101% e a efetiva é de 8,85%.

    Pelo Banco do Brasil é possível financiar até 90% do valor da venda ou avaliação do imóvel novo ou usado. Já pela Caixa Econômica é de 80% para imóvel usado e 85% do imóvel novo.

    Para a aquisição desta linha de financiamento são observadas algumas condições: ser maior de 18 anos, ter uma conta ativa no regime do FGTS e possuir, no mínimo, três anos (36 meses) de trabalho sob o regime de FGTS, consecutivos ou não, na mesma empresa ou em diferentes.

    Por outro lado, não é possível ter um financiamento habitacional ativo no Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Também não pode ser proprietário, futuro comprador, arrendatário ou cessionário de imóvel residencial, pronto ou em construção, que esteja localizado na região metropolitana.

    A conquista da casa própria é o maior sonho para muitos brasileiros, mas aquisição de um imóvel necessita estudar o mercado e exige realizar diversas pesquisas, principalmente, fazer simulações nas instituições financeiras, pois não deixa de ser um investimento a longo prazo que envolve percepções da economia no geral.

    Interessados podem fazer a simulação através do site do Banco do Brasil (http://meuimovelbb.com.br) e da Caixa Econômica (http://caixa.gov.br/).

  • Autor: Fabiana Maia
  • Fonte:
    ABC Imóvel | www.abcimovel.com.br

  Diga Como Quer o Imóvel :

logo_banner

nossa equipe encontra


 Procurando Imóveis ?

Imoves na Zona Leste

www.altopedroso.com.br

PABX (11) 2032-4040