O Que é Raciocínio Lógico e Sua Aplicação no Mercado Imobiliário

O que é raciocínio lógico

O Que é Raciocínio Lógico e Sua Aplicação no Mercado Imobiliário.

 

Raciocínio lógico é  a arte de pensar corretamente eliminando a linha de raciocínio ilógica, ou seja a lógica e a forma de distinguir argumentos separando os certos dos errados.

A lógica existe desde os tempos remotos da Grécia antiga, os pensadores e filósofos usavam a lógica para separar as argumentações erradas das corretas.

Note que a lógica, existe desde a antiguidade até  os dias atuais. Nos computadores e nos padrões  de programação. Na operação mental que de dois ou mais juízos conclui outro juízo é o que chamamos de raciocínio, a sociedade é um ditador a procura de respostas. Às quais o satisfaçam, para determinar se alguém é inteligente ou não, o sistema criou vários testes de inteligência, como se possível  fosse quantificar a inteligência de alguém.

O psicólogo norte-americano Howard Gardner, criou a teoria da inteligência múltipla. Concluiu que o cérebro humano possui oito tipos de inteligência, Porém a maioria das pessoas possui uma ou duas inteligências mais desenvolvidas.

Isto explica porque um indivíduo é muito bom com cálculos matemáticos, porém não tem muita habilidade com expressão artística.

Veja abaixo a divisão feita por Howard Gardner sobre as divisões da inteligência :

• Lógica – referente a conclusões baseadas em dados numéricos e na razão, Pessoas com este tipo de inteligência possuem facilidade em explicar as coisas utilizando-se de fórmulas e números, Costumam fazer contas de cabeça rapidamente.

• Linguística – capacidade mais eficaz de utilizar a língua para comunicação e expressão, as pessoas com esta inteligência desenvolvida são ótimos comunicadores, além de possuírem grande capacidade de aprendizagem de idiomas.

• Corporal – ótima  capacidade de utilizar o corpo para se expressar ou em atividades artísticas ou esportivas, um praticante de ginástica olímpica ou um dançarino, com certeza, possuem esta inteligência bem desenvolvida.

• Naturalista – direcionada para a análise e compreensão dos fenômenos da natureza (físicos, climáticos, astronômicos, químicos).

• Intrapessoal – pessoas com esta inteligência tem a capacidade de se autoconhecerem, tomando atitudes capazes de melhorar a vida com base nestes conhecimentos.

• Interpessoal – facilidade em estabelecer relacionamentos com outras pessoas, Pessoas  com esta inteligência conseguem facilmente identificar a personalidade das outras pessoas, costumam ser ótimos líderes e atuam com facilidade em trabalhos em equipe.

• Espacial – habilidade na interpretação e reconhecimento de fenômenos que envolvem movimentos e posicionamento de objetos, um jogador de futebol habilidoso possui esta inteligência, pois consegue facilmente observar, analisar e atuar com relação ao movimento da bola.

• Musical – inteligência voltada para a interpretação e produção de sons com a utilização de instrumentos musicais.

O que é lógica.

 

Lógica, do grego λογική, logos, significa palavra, pensamento, ideia, argumento, relato Mesmo sendo um ramo da Filosofia, não é de propriedade exclusiva do filósofo.

Tentando definir a lógica :

 

A minha ideia de lógica e sua aplicação  no mercado imobiliário é  a seguinte:

A lógica representa a padronização do pensamento a forma de pensar corretamente antes de executar qualquer tarefa vejamos um exemplo:

Chega um casal no escritório, querendo ver um imóvel de dois milhões de reais. Abaixo tentaremos mostrar como agiriam dois profissionais. Um que não  aplicaria a lógica e outro que usaria a lógica :

1-) O primeiro corretor levaria os interessados para ver o imóvel. De forma rápida e sem fazer perguntas, pois quer fechar a venda de qualquer jeito.

2-) O segundo seguindo o raciocínio lógico, primeiro entrevista o casal perguntando quais os bairros de preferência, até  que valor procura, o casal diz até  dois milhões, o corretor pergunta se a vista ou financiado alguém do casal diz financiado. O corretor sugere que façam uma simulação de financiamento, eles concordam e começa a simulação  do financiamento aonde é  detectado que o casal não  atingi o valor esperado.

À partir das informações levantadas, o corretor separa os imóveis possíveis e dentro das possibilidades do casal.

Notem que o uso da lógica em torno da referida transação, poupou tempo ao corretor e ao casal, já o primeiro corretor iria mostrar um imóvel que causaria uma falsa expectativa a seus clientes. Pois iriam ver gostar e não  poderiam comprar, e o pior formariam a ideia  de que dentro de suas possibilidades vão  querer algo parecido com o imóvel que viram.

Isso afastaria os clientes de um censo de realidade. e atrapalharia eles dentro de exercer o seu real potencial de compra, podemos ver dois ótimo exemplos um a seguir e outro a deixar de lado.

Lógica  e padronizar tarefas separando argumentos errados dos certos. Criar estratégias e fazer um planejamento antes de cada ação, pois tempo é dinheiro. Sugiro que antes da visita com cada cliente, que seja feito um estudo, aonde esteja tudo ali referente a quais são os bairros de preferências até  que valor ele procura. Se vai financiar ou não, em caso de financiamento quais são  as reais condições do cliente.

A evolução da lógica.

 

Entendo que lógica, seja a padronização dos pensamentos. Separando pensamentos certos dos errados, quando iniciamos uma argumentação é  iniciada uma conversa, a qual estará aberta em rever os conceitos e pontos da nossa anterior argumentação, desde que os argumentos apresentados sejam mais ricos e sólidos que os nossos.

O novo argumento deve ser aceito pela grande maioria. De forma natural e como uma novidade daquelas em que se diz “como não  pensei nisso antes”, quem quiser que critique mas chamo a isso de a evolução da lógica.

Falácia X Lógica

 

Foi o tempo que para ser corretor de imóveis, era apenas saber falar bem, ser simpático e saber contar algumas piadas. Antigamente se falava qualquer besteira com palavras bonitas, e se aplicando um tom de verdade aquilo parecia ser maravilhoso. Quem ouvia se tivesse dúvida tinha limitadas fontes de averiguação.

Hoje temos a opinião  de diversos especialistas sobre praticamente qualquer tema, a era da Internet veio para separar as falácias do concreto.

E por fim a razão que julga avalia e cuida da organização dos fatos. Para que possamos tomar conhecimento da realidade, aplique a lógica em sua vida comercial e otimize seu tempo.

Artigo de :

2014-06-15 01.48.53

Sérgio F. Barbosa