Quer vender mais? Confira 5 técnicas de vendas para o corretor de imóveis

3. Se é para argumentar, fale a verdade

 

Bom, com o forte avanço da tecnologia e com a acessibilidade para todos, as pessoas passaram a ter muita informação sobre tudo o que diz respeito a elas, então, no ato da compra ou da pesquisa, elas já vêm informadas, com prós e contras analisados, decisões pautadas e buscando valores muito individuais. Então, quando for conversar com um cliente, procure saber exatamente o que ele deseja. Ele procura imóvel para alugar, comprar ou investir? Quais os pré-requisitos do que ele procura? Anote tudo isso!

Estude o que o cliente quer e veja se você tem o que ele deseja. Se não tiver, seja sincero, diga o que você tem e, caso haja abertura, ressalte os benefícios (se realmente existirem) de uma opção diferente. Mas, não insista em mudar a opção do cliente, apenas se ele estiver disposto a ouvir sobre algo diferente.

2. Conheça e acredite no que você vende

Isso se complementa com o tópico anterior, pois, assim que você conhecer absolutamente tudo o que o cliente está buscando, caso você não conheça as minúcias dos imóveis que tem em mãos, você jamais terá condições de apresentar boas opções para ele. Então estude suas opções, busque informações relevantes de quem mora próximo a esses imóveis e analise tudo imparcialmente, sem criar vantagens que não existem. Conheça o valor de mercado real, o potencial de liquidez de cada imóvel, o aluguel médio da região, esteja inteirado quanto à planta de cada lugar, manutenção básica, enfim, saiba o que está oferecendo, pois isso te ajudará a transmitir segurança, confiança e, claro, te fornecerá valor para que você realmente acredite nas suas

3. Se é para argumentar, fale a verdade

Você conhece o ditado: a mentira tem pernas curtas? Pois é, acredite nisso e JAMAIS minta para o seu cliente. Basear sua argumentação em pequenas mentiras e omissões, seja aumentando a metragem do imóvel, ou mesmo chutando um valor de condomínio do qual você não está certo, destrói o laço de confiança imprescindível para que esse tipo de venda seja efetivada. Baseie seus argumentos em experiências reais, fatos que já vivenciou. Esqueça boatos e histórias que já ouviu de outras pessoas. Até porque você está lidando com imóveis/terreno, o que não pode ser baseado em “achismos”.

Outra dica importante: evite chavões e clichês de vendas. Não diga para um cliente que ele está diante de uma oportunidade “imperdível” ou que ele está prestes a fazer “o maior negócio da vida dele” se isso não for verdade.

4. Independente da venda, ofereça sempre o seu melhor atendimento

Esqueça a venda e foque na necessidade do cliente. Esta frase é uma chave para conquistar a confiança e se tornar referência perante um comprador em potencial. O foco no bom atendimento, em ser prestativo e na verdade, te ajuda a construir um vínculo de pessoa com credibilidade, o que certamente trará bons frutos. Ter um cliente amigo é ter um evangelizador do seu trabalho, ou seja, uma pessoa que sempre irá te indicar caso conheça alguém que precise de um corretor de imóveis. E isso vale muito mais do que uma única venda. Conheça seu imóvel, seja sincero, procure ajudar o seu cliente naquilo que ele realmente precisa e a recompensa virá.

5. Desperte os sentimentos do cliente

O corretor que já está na área há algum tempo pode já ter percebido que as pessoas definem uma compra também com base na emoção. Observe atentamente o seu cliente, pois haverá um imóvel que fará seus olhos brilharem, e será aquele que mesmo não sendo a melhor opção financeira, tocará fundo o seu coração e isso pode definir todo o negócio.

E é visto que sim, as pessoas compram por emoção, e depois usam a lógica para construir argumentos que atestem sua decisão. Por isso, valorize o que toca o coração de um cliente, saiba defender esse fator. Olhe para seu cliente e pergunte se ele se vê morando naquele ambiente. Pode acreditar, o prazer de estar em um lugar que o desperta bons sentimentos não tem preço.

Aposte sempre em técnicas e vença seus medos. Construa em si a confiança necessária para cativar o seu cliente e paute seu trabalho sempre na verdade, no espírito de servir aos desejos de seus clientes e sendo prestativo.