Real Estate Connect NYC 2015 debateu novas abordagens e tendências do marketing imobiliário – por Bruno Lessa

Real Estate Connect NYC 2015 debateu novas abordagens e tendências do marketing imobiliário – por Bruno Lessa
Na última semana de janeiro, tive a oportunidade de participar de um dos principais eventos sobre marketing imobiliário do mundo: Real Estate Connect, que aconteceu em Nova York – EUA, no luxuoso hotel Marriot, na Times Square. Com temas que iam desde estratégias básicas de captação de clientes até à construção de empresas milionárias, empresários e executivos mundialmente reconhecidos compartilharam suas experiências durante os 4 dias de congresso.

Como profissional de marketing para o segmento imobiliário, o que mais me motivou a participar deste evento foi a oportunidade de poder aprender e analisar as melhores práticas de marketing em um mercado maduro e competitivo como o dos Estados Unidos, que vem se reerguendo após uma severa crise – cenário no qual o marketing é visto como um importante aliado. Para minha sorte, minhas expectativas foram atendidas e até mesmo superadas, pois as palestras foram feitas por profissionais que realmente atuam no dia-a-dia do mercado, são reconhecidos por seu sucesso em momentos bons e superação em momentos difíceis e possuem visão macro de negócios, não se limitando somente às suas funções. Estas, sem dúvidas, são características de quem tem algo a dizer e merece ser ouvido.

Em todas as apresentações, três coisas me chamaram a atenção: inovação, busca incessante pelo resultado e o uso da tecnologia levado a sério. Estes itens, os quais comento abaixo, são tão fortes que fazem parte da cultura empresarial americana.

Inovação

A busca pela diferenciação é algo levado muito a sério. Mesmo em atividades consideradas usuais, como a produção de um vídeo ou um website, as organizações imobiliárias americanas buscam sempre se diferenciar da concorrência e fazer algo que nunca foi feito. Não existe o medo de errar, e uma eventual insegurança de fazer algo que pode ser mal julgado por outras pessoas é substituída pelo desejo de ser reconhecido pelo pioneirismo, mesmo que isso signifique aparecer em um vídeo cômico para apresentar um imóvel de forma diferenciada. Uma das provas que o mercado busca a criatividade foi o fato da organização do evento ter convidado David Butler, vice presidente de inovação da Coca-Cola Company, para compartilhar suas experiências e incentivar ainda mais o mercado imobiliário a inovar, mostrando que além de fazer bem para a marca da empresa, a inovação gera negócios.

Busca incessante pelo resultado

Todos os profissionais que conheci durante o evento, sejam palestrantes ou participantes, têm total consciência de que existe um resultado empresarial a ser atingido. Não se fala sobre uma ideia criativa de campanha ou desenvolvimento de um aplicativo sem dizer que “isto deve ser feito para se atingir o resultado de X em vendas para o público Y dentro do tempo Z”. Na programação do evento, grande parte era destinada a temas do tipo “como atingi o resultado X através da ação Y”, ou seja, mais do que falar do processo de desenvolvimento de uma campanha, eles buscam sempre demonstrar o que esta ação repercutiu financeiramente para a empresa. Fala-se com orgulho “e foi assim que vendi X milhões”. Creio que esta é uma habilidade que devemos praticar mais, pois se aprendermos a defender nossas propostas e campanhas com base em resultados a serem atingidos de forma clara, com certeza será mais fácil conseguir a tão sonhada verba que sempre quisemos.

Tecnologia

Quando falo “tecnologia levado a sério”, quero dizer que ela é realmente muito valorizada e recebe o devido investimento, pois auxilia na conquista dos itens anteriores: a inovação e o resultado. Não se mede esforços para usar tecnologia na criação de um bom vídeo ou para investir na interação com o consumidor.

Tendências

Sobre as tendências apresentadas, de uma forma geral destaco o mobile marketing (que na verdade já deixou de ser tendência e já está incorporado ao nosso dia-a-dia) com o uso de bons sites responsivos, aplicativos e mídia online direcionada a dispositivos móveis (celulares smartphones e tablets). Não se faz nada sem pensar sem pensar no mobile, pois é praticamente certo que o conteúdo vai ser acessado a partir dali. Produção de vídeos para apresentação de imóveis é outro item que também merece destaque, com uma especial orientação: vídeos otimizados para correta abertura e visualização em smartphones, justificado pelo motivo anterior. Ainda sobre vídeos, o uso dos drones já se popularizou nos Estados Unidos e foram incorporados neste tipo de produção de forma natural – processo que está ocorrendo neste momento no Brasil. Alguns vídeos apresentados no evento são verdadeiras superproduções, e com certeza valorizam as propriedades.

Networking

Além das apresentações de alto nível, um outro fato me surpreendeu positivamente: a participação de empresários brasileiros que também viajaram para longe em busca do conhecimento. No evento, tive o prazer de conhecer Alexandre Langer (Êxito), Daniel Kley (Beira Mar), Filipe Miranda Lima (Miranda), Hugo Leão (Thaís Imobiliária), Leonardo Aguiar de Vasconcelos (Aguiar Vasconcelos), Marcelo Ferola (Ferola), Marco Antônio Demartini (Lopes Royal), Marcos Garzon (MGarzon), Rubens Oseki (BR House) e Sônia Ruscher (Sônia Imóveis).

Estes empresários que movimentam o mercado imobiliário do centro oeste brasileiro estavam muito bem acompanhados pelo time do portal Viva Real em uma comitiva liderada por Brian Requarth, Lucas Vargas, Natalia Bartelotti, Janaina Bergamaschi, Ricardo Feferbaum, além dos já nacionalmente (e agora internacionalmente) conhecidos Guilherme Machado, principal palestrante e consultor de vendas do mercado imobiliário brasileiro e Mariana Ferronato, gerente de marketing corporativo do portal Viva Real e responsável pelo Marketingimob. Mesmo com todo o sucesso que já possuem, estes profissionais continuam em busca do conhecimento com a maior humildade possível. Fica claro perceber por que são referência no que fazem. Foi um imenso prazer poder encontra-los, debater o mercado e também se divertir, aproveitando tudo de melhor que Nova York tem para oferecer.

Confesso que o evento superou minhas expectativas em todos os sentidos, me incentivando a pensar mais fora da caixa e buscar inovação para poder trazer mais resultados aos clientes. Como dizia Albert Einsten, “a mente que se abre a uma nova ideia, jamais volta ao seu tamanho original”.

* Bruno Lessa é publicitário e pós-graduado em marketing pela USP. É editor do Portal VGV, site referência em marketing imobiliário, e diretor da Marketing SIM, agência de soluções integradas de marketing com forte atuação no segmento imobiliário.