Seu madruga aplicado aos negócios imobiliários

Seu Madruga Aplicado aos Negócios Imobiliários

Seu Madruga Aplicado aos Negócios Imobiliários

 

Seu Madruga aplicado aos negócios imobiliários, Abaixo segue um compêndio das célebres frases ditas pelo mestre Don Ramon Valdes, e as interpretações da filosofia Madrugas Negociatas, que ensinam as técnicas para se sair bem no mundo empresarial, abaixo as palavras e ensinamentos para ser bem sucedido no mundo dos negócios…
“Não há nada mais trabalhoso do que viver sem trabalhar!”
nesse frase seu madruga relata uma realidade, pois quem trabalha em demasia não tem tempo para ganhar dinheiro, e ficar sem trabalho da um trabalho danado, como arcar com todas as obrigações afazeres, deveres e contas a pagar sem ter o ordenado no fim do mês, nesse ato é mostrado que quem não se especializa em um nicho de mercado ficará vivendo de bicos, trabalhando duro na informalidade e ainda corre o risco de ser taxado de vagabundo, por isso se especialize em algo, use Seu Madruga aplicado aos negócios imobiliários.

“Não existe trabalho ruim. O ruim é ter que trabalhar.”
nessa outra frase também encontro uma lição de vida, pois como diria um antigo ditado chinês :
 Escolha um trabalho que tu ames e não terás que trabalhar um único dia em tua vida, em tese um trabalho que não agrada é um trabalho que reflete a máxima   “Não existe trabalho ruim. O ruim é ter que trabalhar.” em resumo trabalhe em algo que goste e o trabalho não lhe será duro, esse seu madruga sabia da coisas, Seu Madruga aplicado aos negócios imobiliários.
“A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena.”
Don Madruga deve ter tirado essa sabedoria toda do ensinamento de outro mestre,” don Corleone ” que diz o seguinte :
”nunca odeie seus inimigos, pois isso afeta o seu julgamento”
Seu Madruga aplicado aos negócios imobiliários, o maior favor que podemos fazer a um inimigo é odiar o mesmo, dessa forma ele dormirá conosco em nosso pensamento e causará os piores pesadelos, e assim estragando um bela noite de sono, e o resto do dia todo, tomará café, almoçará, e jantará conosco nos destruindo o paladar e acelerando o processo de um futuro infarto, se perdoarmos nossos inimigos essa sim é a maior vingança contra o mesmo, pois quem não atrapalha acaba ajudando.


“Lembre-se que eu sou um velho lobo do mar…”
para obter a confiança de seus clientes você deve ser como diz seu madruga,  “Lembre-se que eu sou um velho lobo do mar…” faça cursos seja um phd em seu ramo, lembre-se você, sua empresa e sua equipe existem para resolver os problemas alheios, esteja preparado, estude, se atualize, se não é o maior então seja o melhor, veja o que a concorrência está oferecendo e consiga fazer melhor, agregue bom atendimento e lembre-se :
”seja experiente” se ainda não é seja não interessa como, para de ser preguiçoso e vai estudar faça vários cursos de seu ramo, procure saber o que os profissionais de seu ramo ainda não sabem, seja uma referência, seja um velho lobo do mar, e aplique Seu Madruga aplicado aos negócios imobiliários.
“São todas Iguais, primeiro ficam com o chapéu, depois acabam ficando com a carteira.”
tanto homens como mulheres devem ter cuidado com aproveitadores (as) quanto mais bem sucedido (a) nos negócios essa turma aparece, conheço pessoas que perderam verdadeiras fortunas porque não dizer impérios, pois tiveram ao lado pessoas que as afundaram em dividas, só quem ganha com prazer é o dono do sex shop, portanto lembre :
negócios e amizade ” agua e óleo ”
“Olha os churros! Churros!”


se você tem um produto ou uma prestação de serviços, deve expor os mesmos aos quatro ventos, se ninguém sabe o que você vende ninguém vai comprar, como diria a propaganda do jornal :
“tem sempre alguém querendo comprar o que você vende, ele só precisa saber que você existe”

com o post acima fica registrado que de cada pessoa ou situação por pior que sejam ou pareçam ser, sempre podemos tirar boas lições, não importa se com humor ou criatividade, tudo tem um lado bom e sinceramente acho que esse é o lado que devemos explorar de tudo e todos …
Fonte Sérgio Barbosa